Skip to main content

Mostrando uma ousadia incomum, um chefe do tráfico na zona norte, do Rio, uniu, num único complexo, as Favelas de Parada de Lucas; Vigário Geral; Cidade Alta e Pica Pau, em Cordovil; e Cinco Bocas, em Braz de Pina. Agora conhecidas como Complexo de Israel.

Um feito de traficante deixou um ex prefeito do Rio, e o atual numa tremenda saia justa.

Há décadas os moradores de Braz de Pina e de Cordovil exigiam a construção de uma ponte sobre o Rio Irajá, que ligaria os dois bairros.

O prefeito, na época, Eduardo Paes prometeu construir a ponte ao custo de 3 Milhões de Reais. E não construiu.

Marcello Crivella assumiu a prefeitura prometendo construir a ponte ao custo de 4 Milhões. E não construiu.

Eduardo Paes retornou à prefeitura, prometeu construir a ponte, desta vez de 5 Milhões de Reais. O povo não quis esperar.

Por ordem de Peixão, líderes comunitários conseguiram o projeto da ponte, que teria estrutura apenas para transeuntes.

Peixão contratou um engenheiro, e mandou alterar o projeto. Ao invés de colunas de concreto, seria usada colunas de aço na construção da ponte.

Uma construtora do próprio Complexo de Israel foi contratada, e a ponte, super reforçada, foi construída pela bagatela de 370 Mil Reais. Isto é, menos de 10% dos valores da prefeitura.

A ponte foi “inaugurada” com roda de samba, churrasco, bebidas e… cultos evangélicos. Sobre a ponte pode passar carros, caminhões e até ônibus.

O prefeito Eduardo Paes, incomodado pela qualidade e pelo preço da ponte, que ele construiria com o valor 12 vezes maior, disse que vai mandar derrubar a ponte.

E na tentativa de desmoralizar o traficante, Peixão, o prefeito exigiu do governador do Rio, Cláudio Castro, que a PM interviesse no Complexo de Israel e prendesse Peixão.

E assim foi feito. O Complexo está ocupado pela polícia, mas Peixão não foi encontrado.

A ponte, que Eduardo Paes alega ser “obra do crime” tem, e muito, facilitado a vida dos moradores de Vigário Geral, Parada de Lucas, Cordovil e Braz de Pina, que agora não precisam dar imensa volta para acessar a Av. Brasil.

Quanto ao Prefeito, Eduardo Paes, destruir a ponte, como anunciou, isso poderá não acontecer.

– Meto bala em quem tentar fazer essa gracinha – Alertou o traficante Peixão.

Eduardo Paes não fala mais no assunto.

Flávio Leandro

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply