Skip to main content
Notícias

Bolsonaro posta foto internado em hospital e diz que começou a passar mal depois do almoço de domingo

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta segunda feira que começou a passar mal depois do almoço de domingo. O presidente, que estava de férias em Santa Catarina, foi para São Paulo e está internado no Hospital Nova Star, na Vila Nova Conceição, Zona Sul da capital paulista. Em rede social, Bolsonaro postou foto e informou que foi colocado em uma “sonda nasogástrica” e que serão realizados exames para verificar “possível cirurgia de obstrução interna na região abdominal”.

Ainda segundo o presidente, o médico Antônio Luiz de Vasconcellos Macedo, que o acompanha desde que foi operado em consequência da facada de 2018, chega hoje às 15h de viagem. O médico estava nas Bahamas quando foi avisado do quadro de desconforto abdominal do presidente.

O Hospital Vila Nova Star, por nota, informou que o presidente deu entrada na unidade na madrugada desta segunda devido a um quadro de “suboclusão intestinal”. Ainda segundo o hospital, Bolsonaro está estável, em tratamento e será reavaliado ao longo da manhã pela equipe médica. No momento, não há previsão de alta.

Também em nota divulgada no início da manhã, a Secretaria Especial de Comunicação da Presidência (Secom) informou que o presidente Jair Bolsonaro “passa bem e que mais detalhes serão divulgados posteriormente, após atualização do boletim médico”.

Em entrevista ao EXTRA, Macedo afirmou que avaliará o quadro do presidente assim que chegar ao Brasil. De acordo com o médico, não é possível dizer ainda, por exemplo, se o atual quadro de Bolsonaro inspira mais cuidados do que a internação anterior, ocorrida em julho de 2021.

— Ele já fez os exames, já fez as tomografias. O que vou decidir é examinando clinicamente e ver o que tem que ser feito (para resolver o problema). Da outra vez não precisou de cirurgia. Não está descartada, mas não há certeza que terá de ser operado — afirmou o médico.

O presidente já passou por seis cirurgias desde o atentado de setembro de 2018, embora nem todas elas tenham sido devido ao ataque sofrido pelo então candidato.

Férias

As férias do presidente em Santa Catarina foram criticadas por ele não ter deixado o recesso para visitar o estado da Bahia, atingido por enchentes. A decisão de não interromper o descanso enquanto parte da população sofria com as enchentes gerou incômodos dentro do próprio governo, entre aliados do presidente. Em contrapartida, seus auxiliares argumentam que, mesmo de férias, Bolsonaro se envolveu nas decisões relacionadas a essas regiões e autorizou as ações de socorro.

No domingo de manhã, mais uma vez, o presidente passeou de moto aquática no mar catarinense, e usou as redes sociais para propagandear ações do governo. Bolsonaro também visitou o parque de diversões Beto Carrero World, na cidade de Penha.

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply