Notícias

Capital Nacional do Petróleo ganha fôlego com o turismo

Macaé – Nenhum outro balneário paradisíaco, que pertence aos principais destinos de férias e de lazer no litoral fluminense, foi capaz de elevar a capacidade de visitação e de hospedagem, registradas entre dezembro de 2018 e o início deste ano, como Macaé. E, sem sombra de dúvidas, a cidade passa a ganhar um novo fôlego com o potencial do turismo.

Números prévios apontam que neste verão, a cidade registrou um crescimento significativo de turistas que passam a procurar Macaé como um destino capaz de oferecer acomodações de qualidade, infraestrutura adequada, serviços de excelência e uma geografia que permite o visitante conhecer também outros destinos badalados, além da Serra da própria cidade.

De acordo com a secretaria de Turismo de Macaé, hoje o turismo corresponde a 80% do total de hospedagens registradas pelos hotéis, em especial os sediados na região das Praias Campista e de Cavaleiros, durante a estação do verão.

A chegada de visitantes que aproveitam as praias de águas claras e limpas, e que frequentam bares e restaurantes do Polo Gastronômico, e ainda consomem em padarias, supermercados e no comércio varejista que passa a migrar para a orla do litoral Sul da cidade, representa o fôlego que a segunda maior rede hoteleira do Estado precisava para substituir o declínio da demanda de hospedagens consumidas pelo mercado do petróleo, uma variação comum ao setor de óleo e gás durante esse período.

Grande parte dessa transformação do turismo de lazer em faturamento se deve também ao amadurecimento da rede hoteleira local, que identificou o perfil econômico das famílias que visitam as praias da região, e passou a oferecer pacotes e valores de hospedagens diferenciados.

Prova desse efeito, e do esforço dos hotéis em atrair os visitantes, foi o percentual de hospedagens registrado por Macaé durante o feriadão do Réveillon, que neste ano foi considerado como um dos mais cheios e disputados da cidade.

E para confirmar que esse crescimento consolida o turismo como uma nova vertente econômica de Macaé, capaz de gerar empregos e receitas, a cidade e a rede hoteleira passam a discutir medidas que possam estimular ainda mais o setor.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma reposta