Notícias

Prefeitura retira cancelas da Linha Amarela e libera pedágio

Equipes da prefeitura retiraram cancelas das cabines de cobrança de pedágio da Linha Amarela. A ação teve início por volta das 22h30 deste domingo. Equipes da RioLuz também estão no local para cortar o fornecimento de energia das cabines. De acordo com uma nota da prefeitura, houve o “rompimento unilateral do contrato com de concessão da Linha Amarela à Lamsa, que administrava a Via Expressa”. Executivos da Lamsa foram pegos de surpresa e estudam que providências tomar.

Equipes da Comlurb participaram retirando os cones, ajudando a liberar a passagem para os veículos. Nas redes sociais, internautas comentaram sobre o trânsito livre, sem a necessidade do pagamento do pedágio, motivo de disputa entre o prefeito e a Lamsa.
A decisão de retirar as cancelas foi tomada com base no argumento de Crivella de que, após uma auditoria da prefeitura, o município constatou prejuízo de R$ 1,6 bilhão no contrato com a Lamsa. De acordo com dados da prefeitura, desde o início da cobrança de pedágio, em 1998, até o final de 2018, passaram pela via 151.282.630 veículos a mais do que havia sido projetado na modelagem financeira da concessão. Ainda de acordo com a prefeitura, os ganhos da Lamsa com a Linha Amarela são suficientes para que a concessão tivesse sido encerrada em 2015.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma reposta