Brasil

Cônsul da China no Rio emite nota condenando quem culpa seu país pela COVID-19

O Cônsul Geral Chinês no Rio de Janeiro, Li Yang, lançou uma carta aberta à imprensa brasileira, na qual critica duramente os políticos que vêm culpando seu país pela expansão do novo coronavírus. O cônsul negou totalmente as alegações de teóricos da conspiração que alegam que a China teria espalhado o vírus propositalmente, com interesses econômicos e políticos.

A carta defende a amizade sino-brasileira e a cooperação entre os dois países, e parece ter como um dos principais alvos o Deputado Eduardo Bolsonaro, embora não nomeie ninguém. Qualifica os difusores da idéia de “racistas” e também de defenderem a “sinofobia” e cita os percalços de seu país com a epidemia, que deixou lá mesmo milhares de mortos.

O cônsul chinês em terras fluminenses também a dizer que há evidências de que teria havido casos da COVID-19 nos Estados Unidos antes mesmo dos surtos de Wuhan, na China. “Culpar a China pelo surto da pandemia no Brasil é mais um objetivo que o autor não podia esperar para alcançar. Sem a coragem de enfrentar a pandemia junto com o povo brasileiro, ele ainda sonha tornar-se um herói com os elogios dos seus fãs, e por isso, ataca maliciosamente o povo chinês”, afirma o cônsul.

Fonte: CIDECOM

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma reposta