GSM

ESTREITAMENTO DAS RELAÇÕES DIPLOMÁTICAS ENTRE BRASIL E CHINA É DEBATIDO EM ENCONTRO NA ALERJ

Uma comitiva de políticos da província de Sichuan, situada na parte ocidental da China, visitou a Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) nesta segunda-feira (09/09), com o objetivo de estreitar relações entre os dois países. O grupo, formado pelo vice-presidente da província, Yan Youngh; a presidente da Associação da Amizade do Povo Chinês no Exterior, Quin Lin e outros integrantes, foi recebido pelo deputado Samuel Malafaia.“A Alerj criou a Frente Parlamentar Brasil-China, no meu primeiro mandato. Hoje pretendo continuar o trabalho, para unir laços entre os povos”, afirmou Malafaia. A comitiva veio divulgar a província e conhecer os negócios no Brasil. Na Alerj, os chineses conheceram a história do Parlamento, através da Exposição Permanente Palácio Tiradentes, Lugar de Memória do Parlamento Brasileiro, localizada no segundo andar do Palácio Tiradentes.

Segundo o grupo, no ano de 2010 o comércio entre Brasil e a província de Sichuan movimentou cerca de 50 milhões de dólares. Em 2008, a província foi afetada por um forte terremoto, que abalou sua economia. Apesar disso, a localidade hoje apresenta um PIB maior que o do Brasil. Para Yan Youngh, a visita foi positiva. “Conhecemos de perto o Brasil, pudemos divulgar a província e estamos procurando modos de fazer negócios com o País”, pontuou o vice-presidente. Já para Quin Lin, o estreitamente dos laços é positiva para a província. “A China mantém uma relação boa com o Brasil através de uma amizade com os povos, podendo assim ter uma possível forma de negócios”, acrescentou. O encontro foi finalizado com um convite para a participação de empresários brasileiros em uma feira de negócios que será realizada em outubro na província, com o objetivo de divulgar a região oeste da China e fechar negócios com o comércio.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma reposta