Skip to main content
GDOT

Fusão entre DEM e PSL fragmenta bloco evangélico nas eleições 2022

A explosão do DEM, na fusão com o PSL para a formação do União Brasil, fragmentou o antes compacto bloco dos evangélicos.

A turma ligada a Silas Malafaia (o deputado federal Sóstenes Cavalcante, o estadual Samuel Malafaia e o vereador Alexandre Isquierdo) não quer saber do presidente do União no Rio, Wagner Carneiro, o Waguinho.

Então, está com um pé no PL.

Já o deputado federal Marcos Soares, filho do missionário R.R. Soares, anda para cima e para baixo com o presidente estadual do União.

Só que Waguinho não vai apoiar Bolsonaro — e o pai do moço, vai.. Está formada a confusão.

Francisco Floriano, ligado a Valdemiro Santiago, o apóstolo Valdemiro da Igreja Mundial do Poder de Deus, segue com Waguinho. Nem o canto das sereias Eduardo Paes e Luiz Carlos Ramos conseguiu levar o homem para o PSD.

Se bem que Floriano está mais ocupado em torcer para o vereador Gabriel Monteiro disputar uma vaga para deputado no ano que vem. Assim, o filho, Matheus, primeiro suplente do PSD, assume a vaga na Câmara do Rio.

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply