Notícias

Governo lança o programa turístico Palácios do Povo

Salão Nobre do Palácio Guanabara - Divulgação

O Governo do Estado lançou, nesta segunda-feira (01/03), o programa Palácios do Povo, em parceria com a Fecomércio RJ. A partir do próximo sábado (06/03), os palácios Guanabara e das Laranjeiras entram para o roteiro de programação cultural do Rio de Janeiro e abrem suas portas para a população fluminense e turistas.

Para agendar horário de visitas, o governo criou o portal www.palaciosdopovo.rj.gov.br, onde também é possível realizar um tour virtual pelos espaços históricos dos palácios. Um aplicativo para celulares também está em desenvolvimento.

“Abrir as portas dos palácios para a população e visitantes de outros estados e países é aproximar todos da história do Estado do Rio de Janeiro e do Brasil. Vamos fortalecer a parceria com a Fecomércio para ampliar o programa e disponibilizar mais dias de visitação nos próximos meses, porque os palácios são do povo”, ressaltou o governador em exercício, Cláudio Castro.

As visitas acontecerão aos sábados, das 9h às 17h. Os passeios pelos palácios terão duração de 40 minutos a uma hora e serão guiados por alunos e instrutores do curso Técnico em Guia de Turismo do Senac RJ. No total, os prédios históricos receberão mais de 310 pessoas por dia de visitação.

“É uma alegria estar aqui hoje, durante o lançamento deste programa tão importante para a cultura e o turismo. Os palácios devem ser abertos para o mundo, cada detalhe precisa ser compartilhado com todos. O turismo tem um grande potencial para a economia brasileira, e o Rio de Janeiro é o destino turístico mais procurado do país. Por isso, a cidade ganhará um escritório regional da Embratur”, anunciou o ministro do Turismo, Gilson Machado.

No Palácio Guanabara, a visitação pode ser guiada ou livre, com capacidade máxima para 30 pessoas por hora. Já no Palácio das Laranjeiras, as visitas serão apenas guiadas e cada grupo pode ter até 20 pessoas.

“O Palácios do Povo é uma importante iniciativa para o turismo no Rio de Janeiro. O visitante, que passava em frente ao Palácio Guanabara e só conseguia tirar foto da fachada, agora poderá entrar e conhecer mais da história do estado e do país. Além disso, poder entrar no Palácio Laranjeiras e conhecer os cômodos e sua arquitetura é uma experiência inesquecível”, disse o secretário de Turismo, Gustavo Tutuca.

Além do tour, o Palácio Guanabara também receberá todos os sábados uma apresentação musical e feira de agricultores familiares. Para a estreia do programa, no próximo sábado, haverá um espaço de doação de animais de estimação e shows de cantoras em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia 8 de março.

“Representa muito para a cultura do nosso estado ter os palácios abertos ao público. É preciso oferecer atrações culturais diversas e com segurança para a população, garantindo uma retomada responsável da cultura e da economia criativa fluminense”, explicou a secretária de Cultura, Danielle Barros.

Cuidados contra a covid-19

Durante os passeios, os visitantes devem seguir todos os protocolos sanitários de prevenção à propagação da covid-19. Serão obrigatórios o uso de máscara e o distanciamento de pelo menos um metro entre as pessoas.

Roteiro do Guanabara

Durante o tour de 40 minutos pelo Palácio Guanabara, o visitante pode conhecer um pouco da história do prédio, sede administrativa do Governo do Rio. O passeio inclui visita ao Salão Nobre, onde aconteciam os saraus culturais na época da Princesa Isabel, e o Salão Verde, local de assinaturas de convênios e entrevistas oficiais do governo.

Também estão no roteiro a Sala Estácio de Sá, antiga sala de jantar da Princesa Isabel e atual gabinete dos governadores do Estado, e a sala onde foi descoberto, na restauração de 2011, um calçamento tipo pé-de-moleque centenário, decorada com pinturas cedidas pelos museus do Estado do Rio de Janeiro.

O jardim é outro ponto alto do tour, tendo como principal elemento o Chafariz do Deus Netuno. No fim do passeio, os visitantes assistem, no jardim, a apresentações de grupos musicais e podem aproveitar a feira de produtos de agricultores familiares fluminenses.

Tour pelo Laranjeiras

Na visita guiada pelo Palácio das Laranjeiras, o público tem a oportunidade de viajar pela história do Estado do Rio de Janeiro e do país durante 80 minutos.

O passeio inclui o hall de entrada, o Salão Luis XIV, a Sala de Música com o famoso piano inspirado no cravo de Maria Antonieta, o Fumoir e a Sala de Jantar.

A biblioteca que abriga o Bureau du Roi, cópia fiel do que pertencia ao Rei Luis XV da França e que está no Palácio de Versalhes, o Salão Império e a Galeria Regência também podem ser admirados.

A visita também inclui o Boudoir, primeiro ambiente íntimo da casa, que era associado ao espaço feminino, além do Quarto Luis XV, o Quarto des Enfants (Quarto das Crianças), o Banheiro de Mármore e o Elevador, um dos primeiros instalados em residências da América do Sul, decorado em estilo rococó.

 

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma reposta