Brasil

Hérnia incisional: saiba como é a cirurgia a qual Bolsonaro será submetido

cirurgia de correção dehérnia incisional , pela qual o presidente Jair Bolsonaro será submetido no próximo domingo, é um procedimento de médio porte — por envolver ambiente cirúrgico, abertura abdominal e anestesia geral — e bem comum em pessoas que passaram por múltiplas incisões na mesma região. Especialistas afirmam que este procedimento é o menos complexo se comparado com outros três que ele precisou realizar desde que tomou uma facada durante a campanha presidencial no ano passado.

A hérnia ocorre quando há um defeito na parede abdominal, provocando uma abertura anormal que possibilita que um órgão desta cavidade passe para o compartimento próximo à pele — diz o cirurgião do aparelho digestivo Raphael Araujo.

No caso da hérnia incisional , o problema é causado pelo enfraquecimento muscular da região que foi operada. Quanto mais cirurgias na mesma área, maior é a chance de apresentar a condição. De acordo com a Sociedade Brasileira de Hérnia e Parede Abdominal, o problema aparece em cerca de 12% das incisões realizadas. No ano passado, foram realizadas 23.850 cirurgias de correção de hérnia incisional no Sistema Único de Saúde apenas no ano passado, segundo números do Datasus.

— Quando a parede abdominal é cortada por qualquer motivo, acicatrização não devolve complemente a força daquele músculo. Com os esforços do dia a dia, como levantar da cama ou carregar peso, esta região enfraquecida pode se afastar e uma parte do intestino, por exemplo, vir para fora e formar um ambulamento (uma espécie de bola na barriga) — detalha Saulo Gontijo, cirurgião geral e plástico do Hospital municipal Ronaldo Gazolla.

COMO É O PROCEDIMENTO
Por conta do histórico médico de Bolsonaro, espe
1
cialistas acreditam que a cirurgia será convencio
nal, com abertura do abdômen. A outra opção é por
videolaparoscopia, menos invasiva
Os médicos abrem a
2
MÚSCULO
barriga do paciente, colo
cam o órgão que entrou
no orifício da hérnia em
seu lugar e costuram a
HÉRNIA
abertura da parede abdo
minal
INTESTINO
Normalmente, coloca-se
3
uma tela de proteção —
que não é aderida pelo
corpo — para dar mais
sustentação à região e
diminuir o risco de uma
nova hérnia
O paciente costuma usar
4
no
uma cinta protetora
pós-operatório para evitar
que a região fique sobre
carregada
Durante o pós-operatório
O tempo de repouso pode
a alimentação deve ser
variar de sete a quinze dias,
leve, afim de evitar
dependendo do estado de
possíveis problemas
saúde e da atividade laboral
na região
do paciente

cirurgia é a única forma de corrigir a hérnia incisional. Além de trazer resultado estético, o procedimento impede possíveis agravamentos da situação, como explica Leonardo de Mello Del Grande, gastrocirurgião do Hospital Edmundo Vasconcelos:

Print Friendly, PDF & Email

Um comentário

  • AnitaBig disse:

    Hi. I have checked your marciodecastro.rio and i see you’ve got some
    duplicate content so probably it is the reason that you don’t rank high
    in google. But you can fix this issue fast. There is a
    tool that generates content like human, just search in google:
    miftolo’s tools

Deixe uma reposta