Notícias

Laranjeiras terá Segurança Presente a partir desta sexta-feira

O programa Segurança Presente chegará às ruas do bairro das Laranjeiras , na Zona Sul, nesta sexta-feira. A nova frente de expansões da operação foi confirmada pela Secretaria de Governo e contará com 69 agentes fixos, entre policiais militares e agentes civis egressos das forças armadas patrulhando de 8h às 20h. O projeto tem custo estimado em R$ 8 milhões e 303 mil por ano, um custo mensal de 692 mil reais. A base operacional ficará numa tenda no Largo do Machado, no Catete.

O patrulhamento será dividido pelas ruas do bairro em oito trios a pé, dois trios de moto e dois trios de bicicleta. Além disso, duas duplas circularão de viatura personalizada do programa pelas ruas. O governador Wilson Witzel falou ao GLOBO sobre a expansão:

— O Segurança Presente é um programa essencial para reduzir os índices de criminalidade, além de desempenhar um papel importante no auxílio à população em situação de rua e dependentes químicos. Os moradores e comerciantes de Laranjeiras, tenho certeza, logo sentirão a diferença do policiamento comunitário que será feito pelos nossos agentes. Essa foi uma promessa que fiz aos comerciantes e moradores da região e o nosso governo está cumprindo.

 

Laranjeiras Presente
A área de atuação dos agentes do Laranjeiras Presente iniciará no dia 06/09
Área de atuação
Pq. Eduardo
Guinle
Palácio
Guanabara
CAL
100m
Sobre o programa
O programa é parte do projeto Sociedade Segura, dentro da Operação Segurança Presente
69
23
Entre policiais militares e agentes civis egressos das Forças Armadas
para policiais militares que queiram trabalhar na folga
VAGAS
AGENTES
FIXOS
HORÁRIO
8h às 20h
2
ASSISTENTES
SOCIAIS
Editoria de Arte

Números do Instituto de Segurança Pública (ISP) do Rio mostram que, só na área da 9ªDP (Catete), que também abrange Laranjeiras, 527 transeuntes foram vítimas de roubo entre janeiro e julho deste ano. No mesmo período, 130 carros e 201 celulares foram roubados. Estabelecimentos comerciais também são alvos de criminosos. Nos primeiros sete meses, 60 casos foram registrados.

LEIA: Niterói Presente amplia cobertura e chega a três novos bairros a partir de quinta

Moradores comemoram

O presidente da Associação de Moradores e Amigos de Laranjeiras (AMAL), Marcus Vinicius de Seixas, comemorou a chegada do programa. Ele disse que o comércio local e os moradores pediam pelo programa desde a criação, em 2015. Representantes da AMAL iniciaram o diálogo com o governo estadual em março.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma reposta