Rio de Janeiro

LINHA AMARELA VOLTA PARA A PREFEITURA, QUE ACABA COM PEDÁGIO

 

A Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro notificou, neste domingo, 27 de outubro, o rompimento unilateral do contrato com de concessão vida Linha Amarela ã Lamsa, que administrava a Via Expressa. A primeira determinação do prefeito Marcelo Crivella foi a derrubada de todas as cancelas que impediam a passagem dos veículos sem que houvesse o pagamento de pedágio.

 

A medida já havia sido publicada no Diário Oficial de sexta-feira, dia 25 de outubro, e a notificação garante o fim imediato da concessão. A administração da Linha Expressa passa para a Secretária Municipal de Transportes.

Durante a operação ainda foram descaracterizadas as cabines de cobrança, com desligamento de energia pela RioLuz e sensores e câmeras foram inutilizados.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma reposta