Skip to main content
Notícias

Novembro Azul: Palácio Tiradentes na campanha contra câncer de próstata

Antiga sede da Alerj tem a fachada iluminada em azul para lembrar os homens com mais de 50 anos da importância da prevenção contra câncer de próstata

Ex-sede da Alerj, o Palácio Tiradentes ficará iluminado com a cor da campanha Novembro Azul até o fim deste mês. O objetivo é lembrar os homens da necessidade de realizar exames de prevenção ao câncer de próstata. A doença a causa de morte de 28,6% da população masculina que desenvolve neoplasias malignas. No Brasil, um homem morre a cada 38 minutos devido ao câncer de próstata, segundo os dados mais recentes do Instituto Nacional do Câncer (Inca).

Tão grave quanto a doença é o preconceito que a cerca. Muitos homens ainda se recusam a fazer os exames necessários para sua detecção e tratamento, como o toque retal. Porém, este deve ser feito apenas se houver alguma alteração significativa no PSA, que é feito com a coleta de sangue. Por isso a prevenção é fundamental para identificar a doença em seu estágio inicial.

Tratamento precoce

A maior incidência dos casos de câncer de próstata costuma aparecer após os 55 anos. Porém, a orientação é que os exames para identificar precocemente o tumor (como o exame de toque retal e o PSA), comecem a ser feitos a partir dos 50 anos e repetidos anualmente. Quem tem um histórico do tumor na família, por sua vez, precisa começar a fazer esse check-up antes, aos 45 anos, e voltar ao consultório uma vez por ano para continuar o acompanhamento.

Quanto antes a doença for identificada, maior a chance de resolução do problema. Em tumores localizados (que estão só na próstata e ainda não se espalharam para outras partes do corpo), a probabilidade de “cura” chega a ser de 90%.

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply