Rio de Janeiro

Paes propõe Bilhete Único Carioca com prazo maior e volta do Bilhete Universitário

Aumentar a duração do Bilhete Único Carioca, benefício tarifário da integração nas linhas de ônibus municipais da cidade do Rio, para o prazo de três horas faz parte das propostas de Eduardo Paes para a área de Transportes no Rio de Janeiro.

O candidato a prefeito, que lançou o Bilhete Único que agora mudou o nome para RioCard, quer melhorar o benefício para a população que faz uso dos transportes públicos e demora bastante tempo no deslocamento casa-trabalho.

-O transporte público do Rio piorou muito nos últimos anos. Os ônibus estão sucateados e vivem lotados. Vamos resgatar as linhas extintas e abandonadas, implementar a tarifa integrada e aumentar a duração do bilhete único para três horas – afirmou Paes.

Atualmente, o prazo de utilização do RioCard (ex Bilhete Único Carioca) para realização de integração entre os meios de transporte é de duas horas e meia e as possibilidades de integrações são ônibus e ônibus, ônibus e VLT, VLT e VLT, ônibus e BRT, ônibus e complementar e BRT e BRT.

Em maio de 2019, a Câmara Municipal do Rio aprovou um projeto de lei que tinha como objetivo aumentar o prazo para três horas, justificando que “moradores de zonas mais distantes demoram mais que duas horas para se se deslocarem de suas residências para seu local de trabalho”. O projeto foi vetado pelo atual Prefeito do Rio.

A atual gestão da prefeitura também suspendeu, desde o início da pandemia da Covid-19, o Bilhete Único Universitário, que ampliou o benefício de gratuidade nos ônibus para estudantes do ensino fundamental e ensino médio da rede pública.bilhete-unico

-Quero assumir o compromisso de que o Bilhete Único Universitário vai voltar. É uma conquista importante para uma garotada que está na universidade e consegue ter mobilidade pela cidade graças a este bilhete único. Vamos tratar com respeito os estudantes da cidade, aqueles que precisam e fazem um esforço enorme para se manter estudando – afirmou Paes.

Os estudantes universitários beneficiados pelos programas do Governo Federal de cotas ou Programa Universidade para Todos, que pagavam meia passagem, passaram a ter direito à gratuidade integral. E os universitários com renda familiar per capita de até um salário mínimo, também ganharam a gratuidade.

O candidato também pretende implementar a integração tarifária em todo sistema de transporte do Rio. Atualmente, o RioCard é aceito no BRT, VLT, Ônibus, Trens, Metrô, Barcas e vans, porém a integração entre modais, usando a mesma passagem, só está disponível para o Metrô e o BRT, e nas estações Vicente de Carvalho e Jardim Oceânico.

Clique aqui e conheça as propostas de Eduardo Paes para a área de Transportes do Rio.

Assista abaixo as prioridades do candidato para o setor:

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma reposta