Skip to main content
Notícias

Prefeito de Caxias, Washington Reis é internado com Covid-19 no Rio

O prefeito de Duque de Caxias, Washignton Reis (MDB), foi internado no hospital Copa D’Or, no Rio de Janeiro, com Covid-19. Inicialmente, ele foi levado para o Hospital Samaritano na quinta-feira, após se sentir mal durante uma reunião com o governador do estado, Cláudio Castro (PL), e demais prefeitos da região. Na unidade de saúde, foi constatado que a saturação de oxigênio do prefeito estava em 88%, uma taxa considerada baixa.

A contaminação pelo novo coronavírus foi confirmada nesta sexta-feira, após ser transferido para o Copa D’Or e fazer um segundo exame para detectar a Covid-19. Reis, de 54 anos, é hipertenso e diabético. Ele vai continuar o tratamento no hospital. O prefeito tomou apenas a primeira dose da vacina, da farmacêutica Pfizer, em março.

Não é a primeira vez que Reis é diagnosticado com a Covid-19. Em abril do ano passado, o prefeito ficou 13 dias internado, também em um hospital particular na capital.

Antes de se encontrar com Castro e demais prefeitos, em uma reunião no Palácio da Guanabara para discutir divisão dos ganhos com a concessão da Cedae, Reis participou de um debate em uma rádio no Rio e circulou pelo local sem máscara.

Em determinado momento, antes de posar para uma foto, Reis abraçou o apresentador Francisco Barbosa e disse:

Acabou a Covid.

 

Prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis (à direita), posa ao lado do apresentador Francisco Barbosa e do advogado Marco Túlio
Prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis (à direita), posa ao lado do apresentador Francisco Barbosa e do advogado Marco Túlio 

 

Indagado, o governador do Rio afirmou que fará o teste para a Covid-19. O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSB), também esteve na reunião e anunciou que fará o teste, assim como o prefeito de Nova Iguaçu, Rogério Lisboa (PP), que entrou em isolamento.

Já o prefeito de Belford Roxo, Waguinho Carneiro (PSL), disse que fará o exame caso seu médico solicite. Ele pediu recentemente licença médica da prefeitura. Waguinho também disse que, por indicação de seu médico, tomará ivermectina, remédio que não tem eficácia comprovada contra a Covid.

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply