Brasil

‘Pretendo ser o escudo e a espada de Bolsonaro’, diz Mourão

 

O vice-presidente eleito, general Hamilton Mourão (PRTB), afirmou nesta sexta-feira (23), durante o painel Brasil de Ideias, promovido pela Revista Voto, que pretende ser “o escudo e a espada de Bolsonaro”, destacando a importância do papel do vice no atual cenário político. “Não vamos receber ninguém na garagem à meia-noite, podem ter certeza disso aí”, disse, em alusão a um dos trechos da conversa entre o presidente Michel Temer e o empresário Joesley Batista, da JBS, recuperados pela Polícia Federal.

Mourão afirmou ainda que pretende cortar mais da metade dos cargos disponíveis na Vice-Presidência. “A determinação do presidente é de que esta racionalização atinja todos os setores”, explicou.

Segundo o vice-presidente, o novo governo será norteado pelo sistema democrático, rechaçando qualquer possibilidade de haver uma intervenção militar avalizada pelo Palácio do Planalto. “Ninguém tem dúvida de que a democracia liberal é o grande sistema capaz de levar as nações ao progresso”, reafirmou. “A democracia liberal enfrenta desafios como a nossa, com mais de 200 milhões de habitantes com suas demandas sociais e necessidades. Nós temos que buscar solucionar tudo aquilo que nos aflige.”

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma reposta