Brasil

“Seu fim será igual ao meu”, diz Collor a Bolsonaro

O primeiro presidente a sofrer um processo de impeachment na historia do país, Fernando Collor, em entrevista ao O Globo, alertou o atual presidente Jair Bolsonaro sobre estar cometendo os mesmos erros que o fizeram perder a presidência da República cerca de três décadas atrás.

Questionado pelo repórter sobre as semelhanças entre os dois governos, Collor foi enfático ao classificar o PSL como “erro crasso” de Bolsonaro.

“Vejo semelhança entre o tratamento que eu concedi ao PRN e o que ele está conferindo ao PSL. Em outubro de 1990, nós elegemos 41 deputados. O pessoal queria espaço no governo, o que é natural. Num almoço com a bancada, eu disse: ‘Vocês não precisam de ministério nenhum. Já têm o presidente da República’. Erro crasso”.

“O que está acontecendo com o Bolsonaro é a mesma coisa. A bancada do PSL foi eleita na onda bolsonarista, é verdade. Mas quando a pessoa chega e assina o termo de posse, ela vira entidade”.

“Logo no início, ele tinha que ter dado prioridade aos 53 deputados do PSL. E, a partir desse núcleo, construído a maioria para governar. Ele perdeu esse momento. Agora reúne a bancada para dizer que vai sair do partido? Erro crasso”, concluiu.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma reposta