Rio de Janeiro

Sob forte policiamento, Witzel anuncia obras de R$ 2 bilhões na Rocinha

O governador Wilson Witzel anunciou, nesta quinta-feira, a moradores da Rocinha, na Zona Sul, o projeto Comunidade Cidade no local, que abrange, especialmente, obras de saneamento básico e infraestrutura. As áreas  de educação, saúde, cultura e lazer, porém, também serão contempladas. Serão gastos R$ 2 bilhões. Metade do valor será investido em saneamento. A outra metade, que sairá do Tesouro estadual, será para obras de infraestrutura.

A desordem urbana permitiu que as comunidades fossem cada vez mais aglomerados de pessoas abandonadas pelo poder público. Obras de fachada, verniz, migalhas que foram dadas à população — disse Witzel ao lado de secretários e deputados no Ciep Ayrton Senna, onde ocorreu o evento.

Ruas serão alargadas para o acesso de ambulâncias e do caminhão de coleta de lixo, além  da construção de 2.400 novas unidades habitacionais. As obras, ele afirmou, começam ainda este ano, mas não anunciou data. Cerca de 122 mil moradores serão beneficiados. A prioridade, segundo o governador é levar serviços básicos à população local, como água, esgoto e título de propriedade. Witzel também garantiu a criação de uma Faetec, cinema, ampliação dos reservatórios, e internet livre na comunidade.

Um forte esquema de segurança foi montado para a visita do governador à comunidade. Moradores reclamaram da necessidade de usar pulseirinhas e, também, das revistas Foto: Brenno Carvalho / Agência O Globo
Um forte esquema de segurança foi montado para a visita do governador à comunidade. Moradores reclamaram da necessidade de usar pulseirinhas e, também, das revistas Foto: Brenno Carvalho / Agência O Globo

Um grande aparato de segurança foi montado no Ciep para a chegada do governador. Imprensa, moradores e até equipes do secretariado usaram pulseiras de identificação e foram revistados na porta de entrada. Eles vêm na nossa casa e a gente é que passa por revista. É como se eu tivesse pedindo autorização para entrar na minha própria casa resmungou a moradora Sueli Rodrigues, de 54 anos.

Inspiração no Favela Bairro

Durante a apresentação, o governador revelou ainda que o projeto para a Rocinha foi inspirado no Favela Bairro, do ex-governador e atualmente vereador Cesar Maia (DEM). Witzel desejou sorte ao secretário de Infraestrutura, Bruno Kazuhiro.

O seu desafio é imenso e nós confiamos no seu trabalho para levar adiante o sonho que a gente começou lá atrás, o Favela Bairro, para agora concretizar. Eu tenho certeza que se o César (Maia) fosse governador do estado, ele ia fazer o Comunidade Cidade.

 

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma reposta