Brasil

Tempestade sobre o Planalto frustra tentativa de ‘pacificação’ política

Interlocutores do Palácio do Planalto ainda estão tentando colher elementos da ação que prendeu Fabrício Queiroz nesta manhã, em Atibaia (SP).

O fato de o ex-assessor, que sempre foi dado como em lugar incerto pela primeira família, estar na casa de Frederick Wassef, advogado dos Bolsonaros, é o que mais impressionou os auxiliares.

Na avaliação desses interlocutores, o clima de pacificação que estava sendo ensaiado nos bastidores do governo foi para o espaço. “O clima de pacificação se foi”, diz um interlocutor palaciano.

A tempestade perfeita se abateu sobre o Planalto nesta semana, com diferentes ações policiais contra deputados, apoiadores e agora contra o principal personagem da crônica criminal que envolve o caso das rachadinhas no Rio.

 

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma reposta