Notícias

Vice-líder de partido de Witzel na Câmara perde cargo depois de criticar governador e exaltar Bolsonaro

Após chamar o governador Wilson Witzel de ‘ingrato’ e afirmar que ele enganou o povo do Rio, em discurso no plenário da Câmara, o vice-líder do PSC na Casa, partido do próprio governador fluminense, Otoni de Paula, foi destituído do cargo nesta quarta (30). Foi um pedido do próprio governador que eu não estivesse mais na vice-liderança do partido – disse o deputado federal.

Otoni de Paula já vinha fazendo críticas a Witzel e, nesta quarta (30), seguiu a linha de Jair Bolsonaro e culpou o governador pelo vazamento da citação do nome do presidente na investigação do assassinato de Marielle Franco.

– Agora o senhor governador vem aqui dizer que o senhor presidente está em um momento de descontrole? O senhor não ficaria descontrolado se alguém ganhasse uma eleição em cima do seu nome e não satisfeito com a ingratidão, agora usa máquina do poder estatal contra vossa excelência? – disse Otoni no plenário da Câmara, em discurso inflamado.

O deputado federal deve deixar o partido de Witzel em breve. Otoni de Paula afirmou que pretende disputar a prefeitura do Rio em 2020 e que não há espaço para ele entrar na corrida eleitoral pela sigla.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma reposta